Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Vida profissional

Roda da Vida: a ferramenta que ajuda na vida pessoal e carreira

BLOG NEWTON PAIVA

Os melhores conteúdos sobre EAD e educação

Vida profissional

Roda da Vida: a ferramenta que ajuda na vida pessoal e carreira

Blog da Pós EAD da Newton
Por Blog da Pós EAD da Newton em Jul 13, 2022 12:15:00 AM | 15 min de leitura

Quando menos se espera, ele chega: o sentimento de estar perdido. 

Você percebe que precisa mudar atitudes, desenvolver novas habilidades ou até mesmo traçar novos caminhos, mas não sabe muito bem por onde começar ou como fazer para encontrar o tão sonhado equilíbrio. 

A Roda da Vida pode te ajudar nesse processo. Já ouviu falar sobre ela?  

A Roda da Vida é uma ferramenta que permite uma visão holística sobre aspectos pessoais e profissionais.

Ela ajuda a entender em que ponto você está, seja na vida pessoal ou profissional, e traçar seus próximos objetivos.  

Continue a leitura para conhecer sua origem, para que serve e como pode contribuir nos seus próximos passos. 

O que você vai aprender:

O que é a Roda da Vida?
Como a Roda da Vida surgiu?
Por que fazer a Roda da Vida?
Como usar a Roda da Vida
Onde fazer a sua Roda da Vida
O que fazer com essas informações?

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que é a Roda da Vida? 

A roda da vida é um sistema de avaliação pessoal muito usado por psicólogos, mentores e também no ambiente corporativo, por profissionais de gestão de pessoas. 

Com a ajuda dela, é possível entender quais áreas fundamentais precisam de mais atenção, ajustes e desenvolvimento focado.  

O objetivo é mais simples do que a sua execução: buscar o equilíbrio entre todas as áreas de atividade da sua vida, com base na sua autoavaliação. 

Você deve ser sincero nas respostas ao pensar em cada categoria abordada na ferramenta.

Só assim será possível entender a sua situação atual e analisar qual área deve ser melhorada para fazer a roda girar de um jeito fluido e equilibrado.  

Como a Roda da Vida surgiu? 

A roda da vida foi desenvolvida em 1960 por Paul J. Meyer, paraquedista da Segunda Guerra mundial.

Estadunidense de origem humilde, ele cresceu durante a Grande Depressão e ficou milionário aos 27 anos, estando à frente de duas seguradoras.  

Paul é seu próprio case de sucesso. A combinação de persistência, motivação, propósito e muitos acertos, despertou a atenção de muitos profissionais da época.  

Há quem tivesse curiosidade em saber qual o segredo para tamanho sucesso na vida pessoal e no trabalho. Foi assim que Meyer viu mais uma oportunidade de negócio. 

Paul J. Meyer se transformou em um dos palestrantes motivacionais mais famosos do mundo, levando os ensinamentos da Roda da Vida mundo afora.

Como a Roda da Vida surgiu? Na imagem: Paul J. Meyer

Por que fazer a Roda da Vida? 

A ferramenta tem o objetivo de identificar o nível de satisfação nas principais áreas da sua vida.

Pode parecer uma avaliação extremamente complexa e computadorizada, afinal, revela resultados interessantes sobre seu comportamento, desempenho e relações. 

Mas, ao contrário do esperado, a Roda da Vida é super simples e de fácil aplicação. Um sistema completo que pode ser feito à mão ou online. 

A Roda da Vida é ótima para identificar quais áreas estão valorizadas e quais precisam de mais atenção e desenvolvimento.  

A partir da aplicação desta avaliação, você consegue ter uma visão mais clara sobre tudo o que está acontecendo e, assim, redefinir prioridades, criar um plano de ação focado e personalizado.  

Como usar a Roda da Vida 

Agora que você conhece a ferramenta, seus objetivos e para que ela funciona, chegou a hora de entender como usar a Roda da Vida para se autoavaliar 

Comece desenhando um círculo e divida-o em 12 partes iguais.

Elas representam as 4 áreas fundamentais: pessoal, profissional, relacionamento e qualidade de vida.

Na imagem: a roda da vida (Reprodução/Roda da Vida Online)

Em seguida, distribua os pilares da lista abaixo, em cada uma dessas partes divididas no círculo:

  1. Saúde: aqui o físico e mental devem ser levados em consideração. Como você cuida da sua saúde e bem-estar? Pratica alguma atividade física? Se alimenta bem?
  2. Desenvolvimento intelectual: Neste pilar entram os cursos que estão em andamento, o interesse em buscar novos aprendizados e crescer profissionalmente, livros que você lê e demais conteúdos que consome, enfim, tudo o que você faz para continuar aprendendo todos os dias;
  3. Equilíbrio emocional: aqui é avaliado como você lida com conflitos, emoções, inseguranças e demais habilidades socioambientais;
  4. Propósito: nesta categoria você vai avaliar todos os motivos que te movem. Você sabe qual é o seu propósito? O que faz o seu coração bater mais forte? Quais são os caminhos para alcançá-lo?
  5. Finanças: tudo que envolva sua segurança financeira deve ser considerado no tópico finanças: gestão das finanças pessoais, expectativas de sucesso, planos de viagem, juntar uma reserva de emergência e demais assuntos que envolvam investimentos;
  6. Família: esse é um dos principais pilares da Roda da Vida. Ele analisa o início de tudo. É a base da qual partem todas as suas relações e formas de aprendizados;
  7. Amor/relacionamento: esse tópico leva o olhar até suas relações mais pessoais. Como é a relação com seu parceiro? E sua conexão com você?
  8. Social: viver junto aos seus é uma característica em comum entre os mamíferos. Com as pessoas não seria diferente. A construção de relações sociais, mesmo nem sempre é um exercício fácil, é importante para o crescimento e construção de um ser social funcional. Como você socializa? Gosta de ir a festas ou prefere encontros mais restritos? Ter contato com outras pessoas é um problema para você? Considere essas questões na autoavaliação;
  9. Lazer: momentos de lazer são fundamentais para descansar o corpo e mente. O que você faz para relaxar?
  10. Plenitude: aqui é avaliado como se sente: você está feliz? se sente realizado e totalmente satisfeito? O que faz para trabalhar essa paz interior? O que te motiva a fazer diferente? Seja sincero em suas respostas;
  11. Contribuição com o mundo: o que você faz para tornar o mundo um lugar melhor? Considere todo trabalho social, voluntário e até mesmo as pequenas ações que ninguém vê, mas que fazem a diferença na realidade de quem precisa.
  12. Espiritualidade: este tópico inclui a fé no divino, mas vai muito além também, aqui, deve ser levado em consideração a sua conexão com mundo, com as outras pessoas e principalmente com você. Há que se sente conectado? Como você vive a sua espiritualidade?  

A avaliação acontece por meio de notas que vão de 0 a 10, portanto, inclua na sua roda da vida os espaços que contemplam todas essas notas. 

Todos os pilares já estão definidos? Vamos para a parte que exige maior concentração e sinceridade de sua parte, a avaliação 

Chegou a hora de pensar com atenção em cada uma das 12 áreas abordadas.  

Faça essa reflexão e marque a nota com um ponto. No fim do processo, ligue todos os pontos e observe um novo círculo que se formou, desalinhado ou não. 

A imagem resume como você está atualmente e direciona o que precisará ser feito.  

Na imagem: exemplo de roda da vida preenchida (Reprodução/Roda da Vida Online)

Os resultados são fáceis de serem visualizados, graças ao sistema que permite uma interpretação bem visual dos seus indicativos. 

A imagem mostra quais áreas precisam de mais atenção, o que já está bem desenvolvido e demais ajustes que vão te ajudar a encontrar o equilíbrio necessário para se desenvolver na carreira e na vida pessoal.  

Onde fazer a sua Roda da Vida  

É um sistema muito bem pensado e, principalmente, acessível. Dá para fazer com ajuda de um lápis e papel.  

Você pode guardar esse registro para comparar com avaliações futuras. Afinal, crescemos e mudamos todos os dias, mas nem sempre percebemos isso acontecer. 

Acompanhar, até mesmo os pequenos passos, é uma forma de se ver em movimento. 

Não pense que a Roda da Vida ficou só no papel. É claro que existem diversas versões por toda internet, algumas são pagas, outras pedem dados para cadastros.  

Existem sites que foram criados exclusivamente para essa finalidade: ser uma roda da vida online, simples, intuitiva, rápida e descomplicada.  

O que fazer com essas informações? 

Não adianta ter respostas e não fazer nada com elas.

Preencher a Roda da Vida é como fazer um diagnóstico da situação atual: os resultados aparecem, mas nada muda sem um plano de ação.  

Para criar o seu plano de ação, vai ser preciso identificar quais áreas precisam de mais estímulos.

Feito isso, pense em 3 ações para cada uma delas, que tenham como propósito melhorar todos os pilares que estão em desequilíbrio.  

As ações podem ser a prática de atividade física, passar mais tempo com a família, começar um curso de atualização, organizar a tão sonhada mudança de carreira, fazer uma reserva de emergência, entre outros pontos de melhorias.  

Viu, só? A Roda da Vida é uma ferramenta super completa de autoavaliação.

Com ela você consegue encontrar os gargalos que estão bloqueando sua evolução profissional e pessoal. 

A ferramenta representa uma grande oportunidade para quem busca se conhecer melhor, entender quais são seus propósitos e encontrar os caminhos, que muitas vezes parecem tão embaralhados, rumo ao objetivo.  

O resultado se dá a partir da avaliação sobre os 12 pilares fundamentais da vida. Com eles em mãos, fica muito mais fácil definir um plano de ação e seus prazos para entrega. 

Esse é um movimento muito parecido com a metodologia de ensino da Pós +Carreira EAD Newton Paiva.

Aqui você conquista certificações trimestrais como objetivos a curto prazo. A certificação final do curso é como propósito a longo prazo.  

Conheça a metodologia da Pós +Carreira EAD Newton Paiva.

Leia também:

Acelere sua carreira com a pós-graduação EAD da Newton Paiva!

Vida profissional

Veja mais conteúdos da Newton Paiva sobre EAD e educação

5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho

Muito se fala em proatividade no trabalho, mas como colocar esse conceito em prática?
12 min de leitura

Como descobrir seus pontos fortes e fracos para crescer na carreira

Você já ouviu falar sobre pontos fortes e pontos fracos? Sabe como descobrir quais são os seus?  
14 min de leitura

Saiba como colocar suas habilidades e competências no currículo

Muito se fala sobre a construção de um bom currículo: ele não pode ser muito extenso, mas também não dá pra ser ...
20 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Vida profissional