Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Vida profissional

5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho

BLOG NEWTON PAIVA

Os melhores conteúdos sobre EAD e educação

Vida profissional

5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho

Blog da Pós EAD da Newton
Por Blog da Pós EAD da Newton em Aug 3, 2022 12:15:00 AM | 12 min de leitura

Muito se fala em proatividade no trabalho, mas como colocar esse conceito em prática?

Não é segredo que a proatividade é uma das habilidades comportamentais, ou soft skills, mais desejadas e buscadas pelas empresas. 

Por isso, quanto maior a proatividade de um profissional, maiores as chances de crescimento dentro da empresa, em qualquer setor. 

Apesar de o mercado valorizar essa qualidade, o significado de ser uma pessoa proativa no trabalho ainda é um pouco obscuro. 

Quer entender de fato o que significa esse conceito, como se desenvolver e ser mais proativo no seu trabalho? Continue a leitura!

Confira o que você ver neste artigo:

O que significa proatividade?
Exemplos de uma pessoa proativa no trabalho
5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho
Quais são os limites da proatividade no trabalho?
Como se mostrar proativo em processos seletivos

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que significa proatividade? 

Proatividade é conhecida como a capacidade de se antecipar às situações e agir de antemão.

Com ela, é possível tomar decisões de forma mais calma e sábia de uma maneira que faça a diferença num contexto geral.

Praticar a proatividade no trabalho permite que você crie projetos significativos, analise situações e busque saídas criativas, além de antecipar problemas e planejar soluções. 

A pessoa proativa, portanto, é alguém que consegue agir sem precisar de uma ordem para tal.

Ela está disposta a ajudar os colegas, criar novas saídas, planejar e executar projetos.  Também é capaz de sair de uma posição passiva e reativa e agir de forma proativa. 

Ser reativo X ser proativo 

Existem, de um modo geral, dois tipos de comportamento no mercado: o comportamento reativo e o comportamento proativo. 

Quando falamos de reatividade, nos referimos a uma pessoa que esperou algo acontecer para tomar uma ação.

Por exemplo, uma ordem, um problema ou uma situação que a tenha forçado a agir. Já a proatividade, que já nos aprofundamos acima, é conhecida como o oposto da reatividade. 

A mesma pessoa pode apresentar os dois comportamentos, dependendo da situação.

Por exemplo, é possível ser reativo nas funções desempenhadas no trabalho, enquanto age com proatividade no ambiente doméstico. 

É preciso fazer uma autoanálise e observar se as situações reativas são maioria na sua rotina. Se esse for o seu caso, pense no que você pode mudar para ter uma postura mais proativa.  

Exemplos de uma pessoa proativa no trabalho 

Uma pessoa proativa no trabalho é aquela que, mesmo não estando em uma posição de liderança nem de gestão, consegue tomar a frente de projetos, independentemente da complexidade. 

Além disso, esse profissional tem grande senso de responsabilidade e organização, agindo sem precisar de ordens.

Ele consegue tomar decisões mesmo em situações adversas. 

Geralmente, profissionais proativos são os primeiros cogitados para uma promoção ou para um novo projeto, pois são consistentes nas sugestões e nas entregas.

5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho

5 dicas de como ter mais proatividade no trabalho 

Assim como qualquer habilidade, a proatividade pode ser treinada dia após dia. 

É normal que você tenha um pouco de receio no começo. Por isso, para se acostumar com o ritmo de cada decisão tomada, o ideal é praticar sempre, de forma constante, sem ter medo de se arriscar.

Se o medo aparecer no processo, não deixe que ele te paralise. Algumas dicas podem te ajudar nessa jornada, olha só: 

1. Autoconhecimento 

Para saber a melhor forma de colocar a proatividade em prática na sua vida, é ideal que você tenha o mínimo de conhecimento sobre si mesmo. 

Para começar a se entender, pratique a auto-observação durante períodos do seu dia. É natural estar sempre em um estado mais automático e tomar decisões sem pensar muito a fundo. 

Procure de forma mais calma entender os seus processos decisórios. Se enfrentar uma situação em que precise tomar uma decisão, entenda a fundo suas motivações. 

Assim você encontrará a forma mais confortável possível de sair da sua zona de conforto e se tornar uma pessoa proativa. 

2. Pense a curto, médio e longo prazo 

Depois de se conhecer, comece a treinar seu pensamento para ver os próximos passos. Pensar a curto, médio e longo prazo abre espaço para perceber novas oportunidades.

Pensar no amanhã e nos próximos meses permite que você antecipe erros, pense em novos projetos e anteveja resultados. 

Com essas informações, é possível entender qual a melhor maneira de agir antes de receber qualquer ordem. 

Dessa forma, você também consegue sair de uma posição reativa para uma posição mais proativa. 

3. Busque conhecer o ambiente em que você está 

Da mesma forma que é importante praticar a auto-observação, é preciso conhecer o ambiente em que você está.

Entender a cultura de uma empresa de forma completa vai te ajudar a definir os limites externos.

Ou seja, em quais situações há espaço para a proatividade no trabalho, seja por meio de sugestões de projetos e mudanças, tomada de decisões ou realização de novas atividades. 

Com isso, você tem uma ideia de até que ponto pode contar com os colegas na sua jornada.

Lembre-se de que as pessoas que fazem a cultura de uma empresa e ter feedbacks é sempre muito útil. 

4. Não deixe o medo te desanimar 

É totalmente normal ficar com medo após antever situações, identificar oportunidades e tomar uma decisão. 

O medo sempre vai existir em situações de novidade, principalmente na tomada de decisões. Afinal, sair da zona de conforto é assustador. 

Não deixe o medo te desanimar de tomar uma atitude, sempre mantenha em mente que é uma emoção normal.

Ele vai estar presente nos momentos mais importantes da nossa vida, o importante é não deixar ele nos travar. 

5. Seja essencialista 

Ser essencialista é considerado um desafio para muita gente no mercado de trabalho – por vezes até na vida pessoal. 

Mas o que é ser de fato essencialista?  

Esse conceito se traduz em eliminar excessos e manter apenas aquilo que é essencial para completar um trabalho.  

Seja na carreira ou na vida, há momentos que sempre pecamos por manter e acumular mais que o necessário. Afinal, sempre achamos que vamos precisar daquilo no futuro.  

Porém, esse acúmulo pode ser nocivo, pois nos impede de ver e manter o que é de fato essencial.

Então, o desafio principal é ser essencialista com aquilo que queremos para conseguir chegar nos melhores resultados possíveis com clareza e sabedoria. 

Você acha que é possível? Só tem uma forma de saber: tentando e treinando diariamente. 

Quais são os limites da proatividade no trabalho? 

Existem limites para a proatividade no ambiente profissional, na empresa ou no mercado de trabalho? 

Essa resposta é bastante relativa em cada caso, em cada empresa e em cada situação. 

O limite sempre pode esbarrar no seu escopo. Por exemplo, você pode não ser muito bem recebido caso deseje sugerir um projeto para um setor diferente do seu. 

Também é interessante observar se a equipe não se sente ofendida caso você tome a liderança em alguma situação específica.

Na grande maioria das vezes, eles se sentirão inspirados, mas é importante entender o ambiente em que você se encontra. 

Por isso, uma dose de olhar atento é o ideal nesses casos. 

Entender até onde você pode ir, pedir e receber feedbacks é uma boa forma de lidar. Sempre esteja aberto a isso e busque agir de forma madura caso receba um feedback negativo.

Eles são tão importantes quanto os construtivos para o entendimento dos limites dentro do mercado onde você se encontra. 

Como se mostrar proativo em processos seletivos 

Para se mostrar proativo em processos seletivos, ou seja, durante entrevistas para novas posições, você pode adotar uma posição mais observadora e questionadora. 

Vá além de apenas responder as perguntas que são feitas durante o processo, busque também investigar e fazer perguntas sobre a empresa. 

Entenda a organização, pergunte sobre plano de carreira, promoções, desenvolvimento de equipe, entenda se o ambiente aceita bem pessoas mais proativas, que estão habituadas a tomar decisões. 

Além de demonstrar que você sabe fazer perguntas e tomar decisões, é uma forma de conhecer detalhes do seu possível ambiente de trabalho.  

E aí, fez sentido para sua carreira entender mais a fundo o que é proatividade no ambiente de trabalho? 

Seguindo essas dicas e entendendo os seus limites e os do ambiente, você aumenta suas chances de crescer de forma rápida na sua carreira. 

Por falar em crescimento profissional, conheça o programa de aceleração da Pós +Carreira EAD Newton Paiva. 

Nele você vai além do conhecimento técnico e desenvolve suas habilidades comportamentais, além de ter acompanhamento profissional para te ajudar a alcançar seus objetivos de carreira.

Conheça agora e faça sua matrícula!

Leia também:

Acelere sua carreira com a pós-graduação EAD da Newton Paiva!

Vida profissional

Veja mais conteúdos da Newton Paiva sobre EAD e educação

Como descobrir seus pontos fortes e fracos para crescer na carreira

Você já ouviu falar sobre pontos fortes e pontos fracos? Sabe como descobrir quais são os seus?  
14 min de leitura

Saiba como colocar suas habilidades e competências no currículo

Muito se fala sobre a construção de um bom currículo: ele não pode ser muito extenso, mas também não dá pra ser ...
20 min de leitura

Roda da Vida: a ferramenta que ajuda na vida pessoal e carreira

Quando menos se espera, ele chega: o sentimento de estar perdido. 
15 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Vida profissional