Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Carreira

O que postar no LinkedIn para chamar a atenção dos recrutadores

BLOG NEWTON PAIVA

Os melhores conteúdos sobre EAD e educação

Carreira

O que postar no LinkedIn para chamar a atenção dos recrutadores

Mariana Bortoletti
Por Mariana Bortoletti em Dec 10, 2021 12:00:00 AM | 17 min de leitura

O LinkedIn é a maior rede social corporativa do mundo e um ótimo lugar para criar conexões. Porém, você sabe o que postar no LinkedIn? 

Por ser uma rede onde profissionais se conectam entre si e também criam uma reputação dentro do mercado de trabalho, fazer uma postar no LinkedIn pode ser complexo. 

Você precisa manter o profissionalismo e ser você mesmo, mas também precisa tomar cuidado para não expor demais da sua vida pessoal e passar a imagem errada para seus pares. 

Especialmente se estiver pensando em mudar de carreira e o LinkedIn for uma das suas estratégias para isso. 

Por isso, neste artigo vamos falar sobre o que os recrutadores buscam no LinkedIn, como turbinar o seu perfil, como construir uma boa base de contatos e como ser encontrado por recrutadores. 

Você vai conferir: 

Como os recrutadores usam o LinkedIn em processos seletivos 
Como turbinar o seu perfil para ele aparecer nas buscas
Como construir uma boa base de contatos no LinkedIn
O que postar no LinkedIn: 5 ideias de publicações
BÔNUS: o que NÃO postar no LinkedIn 
Conclusão 

Como os recrutadores usam o LinkedIn em processos seletivos 

Quando existe uma vaga em aberto e recrutadores usam o LinkedIn para chegar até os candidatos, eles seguem um processo. 

A partir da vaga, é criada uma lista com os requisitos técnicos e um perfil específico. 

Tendo essa lista de requisitos e perfil em mãos, os recrutadores usam as principais palavras-chave dessa lista como filtro para encontrar profissionais com esse perfil. 

Isso significa que para ser encontrado por um recrutador no LinkedIn, o seu perfil precisa conter as palavras-chaves que eles buscam para aquela vaga.

o que postar no linkedin - imagem representando conexões na plataforma

Como turbinar o seu perfil para ele aparecer nas buscas dos recrutadores 

Sabendo como acontecem as buscas dos recrutadores, podemos chegar em algumas dicas de como turbinar o seu perfil e aparecer nas buscas. Confira: 

Deixe claro que está procurando recolocação 

Uma das formas mais efetivas de ser encontrado pelos recrutadores é deixando claro que você está buscando recolocação. Mas como fazer isso? 

O ideal é que você use a própria ferramenta do LinkedIn indicada para isso, o botão de “Tenho interesse em...”, que aparece na sua página, abaixo do cartão com suas informações. 

Esse botão abre opções de: 

  • encontrar um emprego, 
  • contratar uma pessoa ou 
  • prestar serviços. 

Apesar de muitas pessoas fazerem, não é indicado que você use o espaço de título do LinkedIn para dizer que está buscando recolocação. 

Isso porque os recrutadores, quando fizerem a pesquisa por palavras-chave, não buscam por “buscando recolocação”.

Escreva um perfil forte e honesto 

Quando for escrever o seu perfil no LinkedIn, pense nas suas competências, habilidades e nos seus pontos fortes. A ideia é escrever um perfil que impacte o recrutador. 

Então, quando for preencher suas experiências de trabalho, cite verbos (e não só adjetivos) que enalteçam o que você fez de bom e o que você aprendeu. 

Por exemplo, em vez de dizer que você é um profissional dedicado e que veste a camisa, cite os projetos que você implementou, o que você ajudou a mudar dentro da empresa e o que você aprendeu com isso. 

Além disso, alguns cuidados devem ser tomados quando for trabalhar seu perfil: 

  • Escolha uma foto profissional, que mostre seu rosto; 
  • Personalize o endereço da sua página, o URL, para facilitar a busca pelo seu perfil; 
  • Use o espaço de título para colocar as funções e cargos do seu interesse, isso facilita ser encontrado pelas buscas dos recrutadores; 
  • Na seção de “sobre”, escreva sobre você mesmo como se estivesse vendendo um produto. Torne o resumo da sua carreira atrativo, mostrando os resultados que você obteve. 

Um cuidado a se levar em conta sempre é que, embora você deva enaltecer alguns aspectos, você nunca deve mentir no seu perfil do LinkedIn. Procure sempre ser honesto quanto a sua trajetória. 

Use as palavras-chave da sua área 

Como dissemos acima, os recrutadores utilizam palavras-chave na pesquisa do LinkedIn para encontrar profissionais que estejam dentro do perfil que eles procuram. 

Então, uma maneira de aparecer nas buscar é utilizar essas palavras-chaves no seu perfil. 

De maneira natural, você já vai aparecer porque as palavras-chave usadas costumam ser ferramentas, habilidades ou competências da área. 

Mas se você está mudando de carreira, uma ideia é procurar vagas da área que deseja e identificar as competências e habilidades que mais se repetem. 

Depois, utilizar essas palavras quando for descrever as suas experiências no seu perfil. 

Preencha todos os campos possíveis 

Antes de marcar uma entrevista, um recrutador vai ler e estudar o seu perfil completo. 

Por isso, para que ele se interesse o suficiente por você para entrar em contato, diga tudo o que ele precisa saber no seu perfil. Ou seja, preencha todos os campos possíveis e utilize todos os recursos. 

Conte detalhadamente sua experiência em cada cargo e empresa, fale sobre sua experiência na faculdade e sobre o seu TCC no campo de educação, preencha o campo de “sobre” com um belo resumo, etc. 

É importante que você se apresente no LinkedIn da maneira mais completa possível, isso ajuda a despertar o interesse do recrutador e a facilitar a tomada de decisão dele de marcar uma entrevista. 

Peça recomendação de colegas e amigos 

Parte importante de um perfil no LinkedIn é a recomendação de amigos e colegas, isso ajuda a aumentar a sua autoridade e funciona como uma indicação. 

Existem duas maneiras de conseguir recomendações no LinkedIn. 

A primeira é com os depoimentos de colegas em forma de texto, mas também existe uma maneira de seus contatos validarem as suas competências, o que pode ser visto como recomendações também. 

Para receber uma recomendação, um dos caminhos é dar uma recomendação.

A pessoa que você recomendou receberá uma mensagem e também poderá deixar uma recomendação para você. 

Já as competências, você mesmo lista aquelas que acredita ter e seus contatos votam naquelas que acreditam que você tenha.

Como construir uma boa base de contatos no LinkedIn 

A primeira coisa que você precisa entender sobre o LinkedIn é que ele não é uma rede social onde os números interessam. No LinkedIn não são os seus seguidores que importam, mas a sua influência. 

E a influência não é medida em números, mas em voz autoridade. Isso quer dizer que quando você faz um post não importa para quantas pessoas ele aparece, mas para quem aparece. 

Estamos acostumados a, quando se trata de redes sociais, pensar em expandir nossa rede e ter cada vez mais pessoas acompanhando nossos posts. 

Porém, para o LinkedIn é muito mais valioso você construir uma rede pequena, mas estratégica. Por isso, antes de começar a postar, construa a base certa de conexões. 

Adicione apenas pessoas que você conhece e que conheçam você, ou adicione pessoas que estão dentro de uma estratégia. 

Por exemplo, se você está melhorando o seu LinkedIn para mudar de carreira, adicione, estrategicamente, pessoas que tem certa influência no meio.

o que postar no linkedin - 5 ideias de publicações

O que postar no LinkedIn: 5 ideias de publicações 

Como dissemos acima, o LinkedIn não é uma rede onde números importam, mas influência. 

Logo, mais importante do que fazer uma publicação pensando em atingir o maior número de pessoas é uma publicação que fala diretamente com a sua base de contatos. 

Por isso, pense sempre na qualidade antes da quantidade. 

Não compartilhe ou poste apenas porque você precisa compartilhar ou postar, mas porque você acredita que aquele conteúdo vai acrescentar para a sua rede. 

Sempre que pensar em postar algo, tente imaginar que você está em uma mesa conversando com as suas conexões. O que você quer dizer para elas, que será relevante e importante? 

Para ajudar você, vamos dar algumas ideias do que postar no LinkedIn. Confira: 

1 Problemas relevantes para as suas conexões 

O tipo mais compartilhado de postagem no LinkedIn é aquele que fala sobre uma dor que o seu setor enfrenta. Se você trabalha com marketing, pode falar sobre as dores do marketing e explorar possíveis soluções. 

A ideia desse tipo de postagem é gerar identificação entre os seus pares e começar uma conversa relevante. 

2 Experiências pessoais contadas em primeira pessoa 

Essa é uma ótima maneira de gerar uma identificação ainda maior do que os problemas de setor porque, além de estar mostrando um pouco mais sobre você, estimula a troca. 

Além disso, como recrutadores estão buscando querer saber mais sobre você, falar sobre sua experiência é essencial. 

Uma dica é sempre falar sobre você mesmo na primeira pessoa, isso deixa o post mais pessoal. 

3 Artigos que você mesmo escreveu 

O LinkedIn valoriza conteúdos mais longos, entre 500 e 1000 palavras, e uma maneira de fazer isso é escrevendo artigos. 

Você pode escrever sobre algo que você sabe e quer ensinar, comentários mais extensos sobre um acontecimento ou aspecto do mercado, ou apenas compartilhar uma experiência. 

4 Conteúdos de terceiros fazendo comentários 

Se você não quiser escrever conteúdos longos, existe uma forma de criar conteúdo de maneira mais fácil, que é compartilhando conteúdos de terceiros e fazendo comentários no post.

Você pode compartilhar links de artigos ou vídeos, ou compartilhar publicações que já estejam no LinkedIn, e fazer comentários sobre aquele conteúdo.

Nesse sentido, você pode inclusive compartilhar conteúdos e utilizar a ferramenta de enquete para gerar mais engajamento com seu post.

5 Dicas de cursos, ferramentas confiáveis e livros 

Também é sempre relevante compartilhar dicas de cursos que você tenha feito ou ainda quer fazer, sobre ferramentas que você já utilizou e percebeu ser confiáveis e sobre livros que podem acrescentar às suas conexões. 

Isso mostra que você tem bagagem intelectual e que está na rede social não apenas para falar sobre você, mas para ajudar suas conexões, reforçando sua relação com elas.

BÔNUS: o que NÃO postar no LinkedIn 

De forma geral, a maior diretriz para não infringir as regras do LinkedIn é pensar em conteúdo de qualidade e no que a sua audiência, sua base de contatos, gostaria de ler. 

Inclusive, o próprio LinkedIn indica que você participe de conversas na plataforma. Porém, isso não significa que qualquer conteúdo e qualquer conversa fazem bem para a sua reputação na rede. 

Evite fazer comentários vazios e se envolver em postagens polêmicas. 

Mantenha o profissionalismo quando postar e quando comentar. Lembre-se de que o seu perfil no LinkedIn está sendo visto por recrutadores e donos de empresas, não apenas pelos seus amigos. 

Por isso, também evite ser pessoal demais nas postagens e expor demais sua vida pessoal. Ser mais vulnerável ao contar uma experiência de trabalho não está no mesmo patamar de postar uma foto tomando cerveja na praia. 

Evite também erros de gramática, ortografia e digitação porque a impressão que fica para o recrutador é de que você é descuidado. 

E, por fim, quando for abordado por um recrutador, não envie áudios porque isso pode atrasar a comunicação. 

Conclusão 

Esperamos que, ao chegar à conclusão deste artigo, você tenha aproveitado nossas dicas e esteja pronto para colocá-las em prática. 

E se alguma dúvida surgir na hora de decidir o que postar no LinkedIn, use o seu bom senso. Lembre-se do motivo de você estar nessa rede social e quem é sua audiência.

E caso você queira ajuda para turbinar o seu LinkedIn e acelerar sua carreira, conheça a Pós +Carreira EAD da Newton Paiva clicando neste link

Leia também: 

Mudança de carreira: como saber que chegou a hora? 

Sucesso profissional: o que é, exemplos e como alcançar 

 

Carreira

Veja mais conteúdos da Newton Paiva sobre EAD e educação

Entenda a diferença entre educação especial e inclusiva

Você sabe a diferença entre educação especial e inclusiva? 
17 min de leitura

Mundo VUCA e BANI: entenda a diferença entre os conceitos

Você sabe o que são o mundo VUCA e BANI? Estes são conceitos que definem o momento em que vivemos enquanto sociedade e ...
17 min de leitura

Qual a diferença entre MBA e pós-graduação?

Seguir estudando após a graduação é um desejo de muitos profissionais e os motivos são vários: agregar mais ...
14 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Carreira